INCRIÇÕES ABERTAS

Fundação da Editora Comenius

(com publicações nas áreas de Educação, Filosofia, Espiritualidade, Saúde, Espiritismo e infanto-juvenis). Mais de 50 títulos editados, um deles, A Arte de Morrer – Visões Plurais, indicado para o Prêmio Jabuti em 2008.

Fundação da Associação Brasileira

de Pedagogia Espírita.

Em convênio com a Universidade Santa Cecília

 1º, 2º, 3º, 4º e 5º Congressos Brasileiros

de Pedagogia Espírita.

LINHA DO TEMPO

ano de 1998

ano de 2004

entre os anos de 2004 e 2014

anos de 2010 e 2014

Em convênio com a Universidade Santa Cecília

 1º e 2º Congressos Internacionais de

Educação e Espiritualidade.

entre os anos de 2005 a 2015

10 turmas de pós-graduação
em Pedagogia Espírita.

entre os anos de 2010 a 2014

Espaço Pampédia em São Paulo, onde se realizaram cursos, oficinas, cafés pedagógicos, projetos sociais com crianças  e adolescentes.

ano de 2015

Lançamento da Universidade Livre Pampédia e mudança para a Chácara São Cristóvão em Bragança Paulista.

Crítico das injustiças sociais, do intelectualismo vazio, do institucionalismo religioso fanático e autoritário, escreveu uma obra-prima O Labirinto do mundo e o paraíso do coração, onde faz uma sátira bastante profunda da ordem social, com suas instituições de poder, vaidade e dominação.

 

Foi também o primeiro a criar um livro didático para crianças, ilustrado, interdisciplinar, inter-religioso e multilíngue: o Orbis Sensualium Pictus.

 

Preconizava um conhecimento interdisciplinar, que simbolizava numa árvore (a árvore do mundo), desenhada por ele próprio e considerava que para se conhecer a realidade, deveríamos usar os instrumentos das ciências, da razão e da revelação divina (entendida também como intuição profética). 

Era pacifista, propagador do diálogo inter-religioso, criador de um projeto de Reforma da Humanidade, que abrangia a política, as religiões, a ciência e a educação. Suas ideias para um mundo de paz, de oportunidades iguais para todas as pessoas, de todas as etnias, de ambos os sexos e de todas as procedências, são ainda hoje inspiradoras de projetos promovidos pela União Europeia, pela Unesco, e diversas Ongs e escolas no mundo.

 

Em suas principais obras, Pampaedia (Ou da Educação Universal) e Didática Magna, Comenius sonhava com uma educação lúdica, respeitosa da natureza humana e da natureza da criança. Aliás, propunha uma educação contínua que ia desde o ventre materno até a educação para a morte, pois considerava o próprio sentido da existência humana, como um processo de educação, projetando-se para a transcendência.

Quem foi Comenius?

   

Jan Amos Comenius (1592-1670), foi um educador checo, descendente dos hussitas, linha da Reforma, antes de Lutero. Jan Hus foi queimado vivo pela Igreja Católica, em 1415, por criticar a riqueza do clero e a autoridade papal e pregar doutrinas, consideradas heréticas. Nascido entre os Irmãos Morávios, continuadores das ideias de Hus, Comenius foi um líder de sua comunidade, e ao mesmo tempo espalhou suas ideias na Europa da época, mantendo interlocução com filósofos e intelectuais, como Descartes, publicando obras geniais em latim e em checo, principalmente, e realizando algumas experiências pedagógicas de vanguarda. Influenciou Leibniz e Pestalozzi, entre outros.

 

 

Nosso ideário

   

  • Democratizar o conhecimento, sem banalizá-lo; buscar a verdade, sem dogmatismo; manter a abertura, sem relativismo;

  • Conectar todas as áreas, sem perder o eixo da busca; enraizar todas as práticas em teorias; arejar todas as teorias com práticas;

  • Semear a espiritualidade, com racionalidade; conservar a razão, sem ressecamento; cultivar a religiosidade, sem intolerâncias;

  • Promover o pluralismo, conservando-se a própria identidade; dar voz a todas as vozes, sem favorecer a inconsistência; incentivar o debate, sem o confronto;

  • Retirar a violência das palavras, com firmeza de princípios; conservar os valores, sem presunção; propagar ideais, sem imposições;

  • Alcançar a todos e a todas, de todas as idades e de todos os lugares, sem desmerecimento e ninguém; estimular o diálogo, promovendo a troca; oferecer acolhimento, sem desfigurar o conhecimento;

  • ​Incentivar pesquisa, ação e ensino, individual e coletivamente; apoiar a autonomia, sem esquecer o todo; ensejar a transformação social, sem opressão e autoritarismo;

  • Levantar a bandeira do bem, sem moralismo; praticar ações no bem, sem ostentação; conectar a Ética com o conhecimento, sem concessões;

  • Trabalhar com alcance universal, sem desligar-se do local; proclamar a missão pampédica, sem exclusões; propiciar o encontro entre os seres humanos, mas também o cultivo de si;

  • Semear o Reino de Deus, sem anúncios apocalípticos; proclamar a esperança, sem desprezo da realidade; adentrar o futuro, com amor, sabedoria e paz!

 

 
 

 

Contribuir para o germinar de um novo paradigma educacional que responda às necessidades de liberdade de quem pesquisa, de quem ensina e de quem aprende por meio de uma experiência pedagógica alternativa, orgânica, integral, plural e interdisciplinar.

MISSÃO

 

Ser uma rede que produza e semeie um conhecimento interdisciplinar autônomo, formando multiplicadores

que fecundem a transformação da Educação e da Sociedade. 

VISÃO

 

Liberdade | Autonomia  | Pluralismo | Espiritualidade | Sustentabilidade| Não-violência | Fraternidade

VALORES

Pós em Pedagogia Espírita

Mantenedora  |

  • w-facebook